Onda de calor faz consumo de energia elétrica disparar

Foto: Web
As ondas de calor são eventos climáticos cada vez mais frequentes e intensos no mundo. No Brasil, não é diferente. Nos últimos anos, o país tem registrado ondas de calor com temperaturas recordes, que têm impactado diretamente o consumo de energia elétrica. O aumento do consumo de energia durante as ondas de calor ocorre principalmente devido ao uso de aparelhos de ar-condicionado. Em dias quentes, as pessoas tendem a ligar o ar-condicionado com mais frequência e por mais tempo, o que aumenta a demanda por energia.

De acordo com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), o consumo de energia elétrica no Brasil aumentou 6,2% em setembro de 2023, em comparação com o mesmo mês de 2022. Esse aumento foi impulsionado, em grande parte, pela onda de calor que tem atingido o país no. O aumento do consumo de energia durante as ondas de calor pode causar problemas para o sistema elétrico. Em alguns casos, pode levar a apagões ou quedas de energia. Por isso, é importante que as pessoas tomem medidas para reduzir o consumo de energia durante esses eventos.

Algumas dicas para reduzir o consumo de energia durante as ondas de calor incluem:

– Utilizar o ar-condicionado com moderação;

– Fechar as cortinas e persianas durante o dia para evitar a entrada de calor;

– Tomar banhos mais curtos;

– Desligar os aparelhos eletrônicos quando não estiverem em uso.

A conscientização da população sobre a importância de reduzir o consumo de energia durante as ondas de calor é essencial para evitar problemas no sistema elétrico e contribuir para a preservação do meio ambiente.

Por Daniel Santos
Portal Costa Norte

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem