Parque dos EUA é fechado durante caçada a brasileiro que fugiu da prisão

Foto: Divulgação/Polícia da Pensilvânia
Um jardim botânico do condado de Chester, na Pensilvânia, Estados Unidos, foi fechado, na quinta-feira (7), após um morador das proximidades ter visto o brasileiro Danilo Cavalcante perto do local. Na sexta-feira (8), a caçada da polícia americana por Danilo, condenado à prisão perpétua por ter matado a facadas a ex-namorada, entrou no nono dia.

"Enquanto a busca pelo prisioneiro fugitivo da prisão do condado de Chester continua, nossos jardins estão fechados até novo aviso", informou a administração do Longwood Gardens.

Segundo o tenente-coronel da Polícia Estadual da Pensilvânia, George Bivens, o brasileiro foi visto perto do jardim botânico por volta de 12h do horário local (13h no horário de Brasília). Na segunda-feira (4), ele já havia sido flagrado por uma câmera de segurança próximo ao Longwood Gardens.

Escolas tiveram aulas canceladas e parques na região foram fechados para evitar que o fugitivo faça alguém refém ou roube veículos para fugir. Os agentes também recomendaram que a população deixe as casas trancadas. A caçada envolve helicópteros e mais de 100 policiais.

Danilo fugiu da prisão escalando as paredes, no dia 31 de agosto, e desde então tem conseguido escapar do cerco armado pela polícia americana. Ele foi condenado à prisão perpétua nos Estados Unidos por matar com 38 facadas sua ex-namorada, Débora Evangelista Brandão, de 34 anos, em abril de 2021. Ela foi assassinada na frente dos dois filhos, de 7 e 4 anos.

SBT News

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem