Eleições para o Conselho Tutelar de Parnaíba será em 1º de Outubro

Foto: TRE PI
No dia 1º de outubro ocorrerá em todo o Brasil as eleições para a escolha dos novos Conselheiros Tutelares que serão escolhidos para exercerem a função por quatro anos. Esse processo unificado acontece desde a sanção da lei federal 12.696 de 2012.

Em Parnaíba, há 13 candidatos disputando as cinco vagas existentes, Ana Paula Nº 24, Natalina Sousa Nº 26, Natalia Araújo Nº 31, Onésio Junior Nº 32, Rosilene Viana Nº 37, Doura Silva Nº 39, Cristina Souza Nº 41, Regivaldo Queiroz Nº 42, Saboia Nº 46, Bia Aimar Nº 47, Patrícia Santos Nº 53, Lidiane Miranda Nº 56, Henrique Santana Nº 58. A remuneração mensal de cada um dos conselheiros eleitos em Parnaíba será de R$ 1.800,00 (mil e oitocentos reais), conforme foi estabelecido no Edital 01/2023.

“Para chegarmos até aqui tivemos um longo caminho, a iniciar do lançamento do edital. Nesse documento consta as fases que iniciou na apresentação dos documentos dos candidatos, aula de preparação para a prova, aplicação da prova e a aprovação dos candidatos que obtiveram a nota 7”, explicou Diana Pires, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

Esse processo segundo o artigo 139 do ECA é de responsabilidade do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente- CMDCA e fiscalizado pelo Ministério Púbico. Nesse ano o município de Parnaíba conta com 35 urnas eletrônicas para a votação no dia 1 de outubro, com início às 8 da manhã e término às 17h. Todas as seções eleitorais foram agregadas nessas 35 urnas.

Por outro lado, a cidade de Parnaíba segue na contra mão de outras cidades brasileiras, dispondo apenas de um único Conselho Tutelar.  Timon, por exemplo, tem praticamente o mesmo porte de Parnaíba e lá são dois Conselhos Tutelares no município maranhense, elegendo ao todo dez conselheiros para exercerem suas atividades. Alguns especialistas acreditam que, em Parnaíba não poderia ser diferente. Deveria haver dois Conselhos Tutelares que atenderiam regiões distintas de nossa cidade, como é o caso de Timon no Maranhão.

Foto: SEDESC Parnaíba

Da Redação

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem