segunda-feira, 16 de março de 2020

Claro vai liberar wi-fi em local público por causa do coronavírus

Resultado de imagem para torre claroA Claro soltou comunicado neste final de semana para anunciar que instalou um comitê de crise que vai acompanhar o desempenho de sua rede e de seus serviços na esteira do avanço do coronavírus no país.
O setor espera que o cenário de reclusão e explosão do trabalho remoto adotado por muitas empresas desde o fim da semana passada impulsionará a demanda por conexão e por entretenimento em casa.
Em comunicado, a empresa diz que vai adotar medidas para beneficiar os clientes. Parte delas também faz parte de uma lista de determinações da Anatel.

Para atender as pessoas que não sairão de casa nos próximos dias, a Claro prometeu elevar gradativamente a velocidade para todos os assinantes na banda larga fixa, sem custo adicional.
A empresa diz que, na rede móvel, vai conceder bônus de internet para clientes, também gradativamente, entre outras medidas, como a liberação de sua rede wi-fi em locais públicos, como parques, aeroportos e restaurantes para ampliar o acesso a informação.

Neste domingo, a Anatel avisou as companhias do setor que, caso algumas áreas do país venham a sofrer restrições de deslocamentos, elas terão de flexibilizar os prazos de pagamento para consumidores inadimplentes nestes locais.
Outras medidas, como a liberação de rede wi-fi anunciada pela Claro, também estão na lista de definições da agência reguladora.
Fonte: Joana Cunha / Folhapress

Nenhum comentário:

Postar um comentário